sexta-feira, 26 de outubro de 2012

"Cuidado que eu mudei de lugar, algumas certezas."

- Nossa, tá tudo tão..
- O que?
- Diferente.



Mudei os móveis de lugar. Arrumei minhas gavetas. Joguei fora suas cartas. Dei um fim em todas as coisas que me lembravam você. Só não dei fim nos sentimentos. 

6h da manhã. Hora de levantar e enfrentar mais um dia vazio, mas a vontade de sair da cama não existe. Olho pro teto, busco razões pra não me sentir assim e algo me incomoda. Eu não sei bem o que é. Eu nunca sei. Minha cabeça é uma bagunça e depois que você se foi parece que tudo virou de pernas pro ar. O que está me incomodando? O que não me deixa dormir? O que não me deixa respirar? As lembranças. É. As malditas lembranças.

Um dia se passa e nada de você me preencher. Não ouço sua voz há muito tempo e se você soubesse a agonia que sinto com sua falta, me ligaria só pra dizer "oi, como você está?". Não, isso não resolveria meu problema, mas amenizaria essa angústia. Eu não sei mais nada de você. Não sei se você está bem, o que vai fazer hoje, que músicas tem ouvido e o último filme que viu. Você se transformou em um fantasma do passado, que de vez em quando bate na minha porta pra me atormentar. Só que o problema é que eu não gosto de fantasmas. Muito menos de passado. Uma faxina. Isso! Precisava fazer uma faxina.

Reorganizei meus sentimentos, e se quer saber, foi uma tarefa muito árdua. Te joguei fora da minha vida. Anulei toda e qualquer lembrança sua. Risquei os malditos momentos que me vinham à memória todo instante. Te soltei. 



Hoje estou livre. Livre de você, da tormenta que era te desejar perto e ver você se afastando cada vez mais. Não sei se me sinto completa, mas também não estou mais aos cacos. Me reergui. Me refiz. Renasci. Mudei certezas e prioridades na minha vida. Eu não quero parecer fria, apesar de você pensar isso de mim. Eu só superei. Sinto saudade de me sentir inteira com você, mas é só isso. Saudade e nada mais. Não se engane, eu quero você bem! Quero ver você feliz, renascendo e sem mim. Do fundo do meu coração-quase-partido. 

Mas faz favor? Não volta. Vai, que a porta está aberta. Mas depois que for, deixe as suas chaves debaixo do tapete e esquece que um dia entrou aqui. Vou tirar a poeira que você deixou e preparar tudo pra alguém novo chegar.

Só me promete que vai ficar bem, que eu fico também."

(Jullyana B.)

 



 

20 comentários:

  1. que lindo *-*

    http://aymgataborralheira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa que texto lindo. Amei. te seguindo. Bjus!!!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Adriana!
      Tô seguindo de volta, beijos :)

      Excluir
  3. Dá pra sentir toda uma veracidade nas palavras.
    É mais que um desabafo ou uma declaração.
    Parece mais uma poesia, do cotidiano das tuas lembranças.

    Hey segue de volta?
    Adoraria que lesse meu último post pra deixar um comment:
    diademegalomania.blogspot.com

    Agradecido, Clive B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Parece mais uma poesia, do cotidiano das tuas lembranças."
      Foi exatamente isso que eu tentei passar, acho que consegui então né? rsrs
      Obrigada, vou seguir de volta sim!
      Beijos :)

      Excluir
  4. Que lindo esse texto, achei profundo, com muito sentimento, alguns trecho me deixou arrepiada. Arrasou!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloquei todo meu coração e meus sentimentos "sufocados" nele. Acho que deu certo então, rs. Obrigada, que bom que gostou!
      Volte sempre, beijão

      Excluir
  5. Olá Jullyana!
    Seu texto ficou incrível! Intenso, repleto de sentimento e tem tudo a ver com algo que aconteceu comigo há alguns anos.
    O modo como você escreve me deixou encantada e, além disso, seu Blog é maravilhoso. Coloquei-a entre os meus favoritos.
    Boa semana!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda você! Obrigada pelos elogios, fico feliz em saber que gostou *-*
      Volte sempre, beijos!

      Excluir
  6. Oi Jullyana, parabéns pelo texo ficou tão intenso quanto a saudade que vc deve esta sentindo, mas lembrece que o tempo cura td. Fica bem.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tempo cura tudo mesmo, mas temos que fazer nossa parte, né?! Não podemos deixar tudo nas mãos do "tempo", senão ele acaba não resolvendo nada, rs. E a saudade, bom, quem não sente? :)
      Obrigada, volte sempre!

      Excluir
  7. Lindo texto Jullyana, adorei parabéns ^^
    Vc escreve muitooo bem,vou ficar sempre acompanhando (:

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, acho que todos nós já passamos por algo assim né? Apagar tudo que é da pessoa mas não apaga-la do nosso coração, mas quando conseguimos isso nos sentimos tão leve, tão soltas, tão donas do nosso próprio coração, do nosso próprio sorriso.
    http://fasesdegarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "mas quando conseguimos isso nos sentimos tão leve, tão soltas, tão donas do nosso próprio coração, do nosso próprio sorriso." EXATAMENTE ISSO!
      Beijos, gatona!

      Excluir
  9. Adorei as suas palavras, adorei os seus textos, adorei o seu blog!
    Você passa uma certeza, um sentimento tão grande no que escreve, e eu adoro ler coisas assim !

    Eu também escrevo, escrevo pra tirar de dentro de mim aquilo que me incomoda, ou que me faz feliz e eu quero passar adiante. Sinto que você faz isso também!

    Cara, gostei muito daqui, e seu blog já está entrando nos meus favoritos!
    Estou seguindo você!

    beijos

    http://distante-do-mundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escrever é um alívio pra alma, me sinto até mais leve depois que transformo meus sentimentos em palavras.
      Obrigada, vou seguir de volta também!
      Volte sempre, beijão :)

      Excluir
  10. Oi Jullyana! Tudo bom?
    Você escreve muito bem, cara.
    Sério. Estou seguindo aqui, e você
    acaba de ganhar uma leitora.
    Blog lindo e com conteúdo.
    Beijos, Liliane.

    http://cafe-com-opiniao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, linda! Estou seguindo de volta!
      Beijos :)

      Excluir